Você já ouviu falar que “os opostos se atraem”? Acredito que sim! Mas já se perguntou se isso é verdade?

Pode apostar que você tem uma série de coisas em comum com a pessoa com quem se relaciona: talvez um hobbie, um gosto musical parecido, uma mesma categoria de filmes e séries que os dois gostam de assistir juntos…

Afinal, se vocês não tivessem nada em comum, provavelmente nunca teriam nem sequer se conhecido!

Por outro lado, é óbvio que vocês também têm pontos de discordância e comportamentos que nem sempre são agradáveis um pro outro.

Mas deixa eu te contar um segredo: todo casal passa por isso!

E sabe por quê?

Fonte: Freepink

Porque por mais parecido que você seja com seu parceiro, cada um de nós se relaciona de maneira única com os próprios Valores Pessoais, que nascem daquilo que nos é ensinado desde sempre.

Ou seja: quando nós éramos pequenos, tudo aquilo que ouvimos de nossos pais, avós e comunidade formaram uma série de ideias que impactam a maneira como nos comportamos por toda vida.

Por isso, ainda que todas as pessoas tenham que fazer as mesmas 4 coisas na vida (Trabalhar, se Relacionar, Defender os Próprios Interesses e Pensar), cada um faz isso de um jeito totalmente único.

 

Como os Valores Pessoais afetam os Relacionamentos?

Baseado nesta definição de Valores Pessoais, se você conhece alguém que esteja procurando sua “cara-metade”, sinto dizer que essa luta será em vão.

Mas por um ótimo motivo: cada pessoa é maravilhosamente única!

No entanto, também é verdade que quando você se relaciona com alguém com Valores muito diferentes que os seus, essa pode se tornar a raiz de todos os conflitos entre vocês.

Por exemplo: vamos supor que você seja a pessoa mais pontual da relação, e que cumprir prazos seja pra você um indicativo de um bom caráter.

No entanto, seu parceiro é o contrário disso: está sempre atrasado e nem se importa com isso.

Afinal, quem está certo: quem leva a pontualidade ao extremo, ou quem não está nem aí para isso?

Em primeiro lugar: não há certo ou errado!

No entanto, em um relacionamento, é importante saber sua vez de ceder e tentar compreender a verdade do outro. Se há boa vontade de ambos os lados, é mais fácil encontrar um ponto de equilíbrio onde os dois saem ganhando.

Por isso, selecionamos algumas características que merecem uma atenção especial dentro de um Relacionamento.

 

5 Principais Valores de um Relacionamento Saudável

 

1. Respeitar os Valores um do Outro

Como citado neste artigo, cada um dá mais importância aos seus próprios Valores e sua forma de encarar o mundo.

Se não há compreensão disso, certamente o resultado serão conflitos.

Dessa forma, é necessário cultivar um respeito mútuo entre as diferenças. 

2. Afeto 

É essencial saber receber carinho.

Porém, algumas pessoas precisam de mais atenção do que as outras, e cabe ao parceiro perceber isso e encontrar maneiras alternativas de se conectar.

Por exemplo, se uma das pessoas do casal não é de abraçar e beijar, ela deve explorar maneiras de demonstrar que está do lado de seu parceiro, como declarações ou até mesmo estando mais presente.

3. Lealdade

A lealdade não se trata apenas de cumprir com seu compromisso, mas também de conhecer o outro o suficiente para estar ao seu lado nos momentos em que ele precisa e da maneira como ele precisa.

Para algumas pessoas, apenas ouvi-las falando sobre como seu dia foi difícil, sem qualquer tipo de questionamento, já é uma demonstração de amor e tanto.

4. Empatia

Assim como receber afeto, saber demonstrar carinho também é essencial.

Quando você se coloca no lugar do outro verdadeiramente, descobre jeitos incríveis de fazer isso.

Além disso, conforme dito anteriormente neste artigo, em um relacionamento é importante saber a sua vez de ceder – e esse é um ato puro de empatia.

5. Sociabilidade

Para algumas pessoas, se abrir pode ser muito mais difícil do que para outras.

Dentro de um relacionamento, um ruído na comunicação ou uma chateação não compartilhada podem se tornar um problema muito maior.

Por isso, conversar é indispensável e caso isso seja desafiador para uma das pessoas do casal, também cabe ao seu par criar um ambiente mais confortável para que seja possível.

 

Sobre o Autor